O colunista da Rádio BandNews FM Luiz Carlos Mendonça de Barros avalia que o governo federal está adotando as medidas necessárias para conter a grave crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Para o economista e ex-presidente do BNDES, é papel do governo, em um momento delicado e em um país muito desigual, se endividar e redistribuir esses recursos ao longo da sociedade.

Mendonça de Barros acredita que o Brasil terá uma queda de 3 a 4% do PIB neste ano. Segundo o nosso colunista, as regras trabalhistas por aqui dificultam o processo de demissão ou perda de salário, o que ajuda aos mais pobres.

O economista dá o exemplo dos Estados Unidos, onde 20 milhões de pessoas podem perder o emprego por causa da falta de leis de proteção social.

Já para 2021, Mendonça de Barros acredita em recuperação da economia brasileira, com o início da retomada da atividade econômica já no último trimestre deste ano.

No entanto, o crescimento não deve ser maior do que o previsto antes da Covid-19 porque o país já tinha outros problemas em andamento.

O ex-presidente do BNDES fala ainda sobre a comparação da pandemia do novo coronavírus com a II Segunda Mundial.

Segundo Mendonça de Barros, existe a diferença de que, agora, a capacidade de produção não foi destruída, apenas paralisada.

A entrevista completa você confere a seguir:

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome