O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou, em pronunciamento à imprensa na noite desta segunda-feira (6), que continua no ministério. A fala ocorre após reunião ministerial com o presidente Jair Bolsonaro.

O chefe da Saúde mencionou que os funcionários de sua equipe no ministério chegaram a “limpar as gavetas”, em referência evidente à expectativa pela demissão do grupo.

Mandetta valorizou a equipe do ministério, disse que, apesar de boatos sobre possível demissão, vai continuar o trabalho, mas reforçou que a pasta tem enfrentado problemas com “críticas que trazem dificuldade ao ambiente de trabalho”.

Durante a fala, o ministro fez menção à “Alegoria da Caverna”, obra em que o filósofo grego Platão usa uma metáfora para explicar como o ser humano pode chegar até a luz da verdade.

Mandetta repetiu o mantra “lavoro, lavoro, lavoro” (trabalho, trabalho, trabalho, em italiano) e focou em afirmar que o objetivo da Saúde é focar em conhecimentos científicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome