Sergio Galdino/Alesp

Depois de 13 horas, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprova um projeto de lei que antecipa o feriado de 9 de Julho para a próxima segunda-feira (25). A medida é uma tentativa do governo de ampliar o isolamento social no estado, que concentra a maioria dos casos confirmados e mortes pela covid-19 no Brasil. São Paulo tem 73.739 ocorrências e 5.558 óbitos.

O texto foi aprovado sem votar as emendas. A sessão foi paralisada hoje, às 4h, por falta de quórum. Uma sessão extraordinária foi convocada para esta sexta-feira, às 10h, para continuar o debate do projeto. Somada a nova norma às antecipações já sancionadas pelo prefeito Bruno Covas, a capital paulista terá um “megaferiado” de seis dias. O feriado começou na última quarta-feira (20).

Votaram a favor da medida 47 deputados, e 5 foram contrários, em quatro sessões extraordinárias que ultrapassaram 10 horas de debates. A antecipação do feriado de 9 de Julho, da Revolução Constitucionalista de 32, precisa de sanção do governador João Doria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome