Seis dias depois de o Prefeito João Doria proibir que a Guarda Civil Metropolitana retire pertences de moradores de rua, uma ação da gestão municipal é flagrada ao lado da Catedral da Sé.

Franco Chiariello fez imagens da GCM, de Policiais Militares e de agentes da Prefeitura retirando objetos como barracas, cobertores e carrinhos de pessoas que vivem no entorno da Praça da Sé.

Segundo ele, ao clicar as fotos ontem, pouco antes das 16:00h, foi abordado e intimidado por dois PMs que o ameaçaram em caso de divulgação dos registros.

Procurada, a Prefeitura disse que essa é uma região com grande concentração de moradores de rua e é necessário fazer a limpeza do espaço público.

No entanto, se a pessoa em situação de rua não estiver na hora da passagem dos agentes, os objetos são apreendidos e ficam disponíveis para a retirada por 30 dias. A administração municipal diz, ainda, que se algum abuso ficar comprovado, haverá apuração dos fatos.

A Polícia Militar ainda não se pronunciou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome