EI assumiu a responsabilidade pelos ataques / Reuters

Sobe para 12 o número de mortos no duplo atentado reivindicado pelo Estado Islâmico no Irã.

Os ataques aconteceram dentro do Parlamento iraniano e no santuário do aiatolá Khomeini.

Na sede do Legislativo, os agressores – que estavam vestidos de mulheres – entraram pelo portão principal e dispararam a esmo.

Um deles estava com um colete suicida e várias pessoas chegaram a ser feitas reféns.

Ao mesmo tempo, a cerca de 20 quilômetros dali, outros quatro homens promoveram os ataques; todos foram mortos.

Um terceiro atentado teria sido evitado.

Em outro destaque internacional, um avião militar com 116 pessoas a bordo desapareceu em Myanmar.

As buscas já teriam sido iniciadas; não há mais detalhes do sumiço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome