Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Venda de senhas na fila para tomar a vacina contra a febre amarela muda rotina de postos de SP

Nem adianta ir à UBS Vital Brasil, na zona oeste de São Paulo, para tomar a vacina contra a febre amarela.Todas as senhas já foram distribuídas até quarta-feira. A unidade tem capacidade para aplicar duzentas doses por dia, mas a direção do posto decidiu limitar os serviços, após flagrar a venda de senhas para quem estava na fila à espera da imunização.

Na UBS Pinheiros, na zona sul da Capital Paulista, enquanto mais de 1000 pessoas esperavam a hora para se imunizar contra a febre amarela, também tinha quem tentasse vender um lugar mais a frente.

Quem busca a dose contra a febre amarela tem enfrentado outras dificuldades, como a falta de atendimento preferencial para idosos, crianças e pessoas com necessidades especiais. Além disso, outra queixa constante é que pessoas sem o cartão do SUS ficam na mesma fila que as demais para tomar a dose.

Procurada pela reportagem da Rádio BandNews FM, a Secretaria Municipal de Saúde informou que a orientação para os postos de saúde é para que façam filas preferenciais. Quanto à venda de senhas, a Pasta disse que não iria comentar.