Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Hipertensão atinge 30 milhões de brasileiros; muitos nem sabem que têm a doença

“A hipertensão arterial é o mais grave problema de saúde pública que nós temos no planeta.” A afirmação é do presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, José Francisco Kerr Saraiva. A doença atinge mais de 30 milhões de brasileiros, mas estima-se que apenas entre 10% e 15% deles tenham sido diagnosticados e façam o controle adequado. Isso acontece porque, na imensa maioria dos casos, a hipertensão é “silenciosa”, ou seja, não tem sintomas.

Foto: Agência Brasil

O cirurgião cardíaco Marcelo Sobral, da Beneficência Portuguesa de São Paulo, diz que o nível considerado mais normal é o famoso “12 por 8”. Acima de 14 por 9, já se considera que a pessoa está no estágio 1 da hipertensão. No ano passado, a Associação Americana do Coração decidiu baixar esse limite: disse que, se o medidor indicar 13 por 8, a pessoa já deve ficar alerta. A redução ainda é motivo de controvérsia, porque poderia levar à prescrição de remédio sem necessidade. Mas com uma coisa os médicos estão de acordo: é preciso levar o assunto mais a sério, porque a doença eleva os riscos de AVC e de infarto.

A próxima quinta-feira é o “Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão” e a Rádio BandNews FM leva ao ar, durante toda a semana, uma série de reportagens sobre o assunto.