Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Uruguai vence, lidera o Grupo A e irá enfrentar Portugal nas oitavas de final

Crédito: Fifa/Instagram
Crédito: Fifa/Instagram

Jogando um futebol até então não apresentado na Copa do Mundo de 2018, o Uruguai mostrou sua força diante dos anfitriões da Rússia e derrotaram os donos da casa por 3 a 0, em Samara, com direito ao primeiro gol de Cavani na competição, outro de Luis Suárez e um tento completamente maluco do lateral Laxalt, em um chute que desviou no russo Cheryshev.

Com a terceira vitória em três jogos, a seleção uruguaia fecha a fase de grupos com 100% de aproveitamento. O adversário da celeste olímpica foi definido também nesta segunda-feira, após os dois jogos finais da última rodada do Grupo B.

Com os empates entre Portugal e Irã, por 1 a 1, e Espanha e Marrocos, que terminou 2 a 2, a equipe sul-americana irá enfrentar a atual campeã da Eurocopa nas oitavas de final, uma vez que os portugueses ficaram na segunda posição da chave, enquanto os espanhóis, com a liderança da chave, encararão os anfitriões da Copa do Mundo.

Cumprindo tabela?

No outro confronto do grupo, Egito e Arábia Saudita, já eliminados do Grupo A do Mundial, fizeram um jogo acima de qualquer expectativa prévia e recheado de bons momentos e grandes histórias.

A primeira delas foi escrita pelo goleiro El Hadary, de 45 anos, que entrou para a história dos Mundiais ao ser o jogador mais velho a disputar uma partida de Copa do Mundo. O camisa 1 do Egito fez uma excelente partida e chegou a pegar um pênalti de Fahad no fim do primeiro tempo, mas não conseguiu evitar a derrotar egípcia, de virada, no último minuto, por 2 a 1, em Volgogrado.

Crédito: Fifa/Instagram
Crédito: Fifa/Instagram

Principal jogador da seleção do Egito e um dos melhores do mundo na última temporada, o atacante Mohamed Salah abriu o placar aos 22 minutos do primeiro tempo, mas Salman Alfaraj e Salem Aldawsari viraram para os sauditas e deram números finais ao confronto.

Com o resultado, o Egito dá adeus ao Mundial como o pior time do Grupo A, com 3 derrotas em 3 jogos, e segue sem nunca ter vencido em Copas. Já a Arábia Saudita, do técnico espanhol Juan Antonio Pizzi, termina a Copa da Rússia na terceira posição da chave, com 3 pontos em 3 jogos, somando duas derrotas e uma vitória.