Jornalista Ricardo Boechat. FOTO ANDRE LESSA/ISTOE.

Hoje faz um mês que nosso âncora e amigo Ricardo Boechat se foi. Vindo do impresso, nosso carequinha sempre destacou que foi no rádio onde encontrou o maior prazer na profissão.

Com o Boechat, o ouvinte deixou de ser espectador e virou agente da informação, ganhou o papel que precisa ter, de protagonista. E são esses valores que nós, da equipe da BandNews FM, preservamos pra continuar honrando a história que o Boechat construiu e também para termos o privilégio de poder continuar contando com sua audiência:

19 COMENTÁRIOS

  1. Um mês de sua morte. O Brasil, além obviamente de sua família, perdemos uma GRANDE PESSOA e o MAIOR JORNALISTA deste país.
    Que sua alma esteja cada vez mais próxima do Criador….. Toque seu “barco” onde estiver carequinha…..

    E que continue nos enchendo de orgulho e esperança, aqui, de dias melhores.
    Grande Ricardo Boechat!

  2. Você foi o melhor dos melhores.
    Obrigado por todas as manhãs no radio do carro.
    Toca o barco!!!

  3. Quando eu era pequeno, toda manhã eu ia pra cama do meu pai e ficava ouvindo o Vicente Leporace em seu programa O Trabuco. Meu pai não perdia um dia o programa jornalístico dele que defendia o povo tambem. Pra minha grata surpresa eu zapeando no rádio e descobri a BAND NEWS FM em Salvador e nunca mais parei de ouvir. Como muitos, eu não perdia um programa do Boechat e meus filhos tambem ouviam, só que no carro indo pra escola. Sentia muito orgulho de meus filhos estarem juntos tambem, a exemplo que eu fazia em minha infãcia, mesmo que por pouco tempo pela manhã ouvindo o Boechat e seus “insigths” maravilhosos sobre os mais variados assuntos. Por conta do horário de verão que não tem na Bahia, acordava mais cedo só pra ouvi-lo Com certeza foi uma perda irreparável para o país.

    • @elisabeth monteiro…..vdd…..que o barao saiba “TOCAR O BARCO”,e a carlinha possa aprender como na lesao de esportista a mais uma vez “SUPERAR” e os dois , unidos …fazer nossa voz ecoar!!!! OBS; nao gosto muito da globo mas achei louvavel e ate arrepiei ao ver ,simbolicamente na novela um taxista falando da morte do boechat….em uma singela homenagem!

  4. E como tá difícil meu nobre Boechat tocar esse barco, a água não está tão límpida, o cheiro da lama física e social é cada vez mais forte, e nós estamos quase a deriva, principalmente porque sua voz que norteava nosso caminho não se faz presente!
    Mas vamos aqui tentando tocar o barco.
    Saudades

    • vdd wellington….tuas palavras resoam um pouco do timbre dos comentarios dele!!! que o barao e a carla…..toquem esse barco assim!

  5. Angela Cara – Moóca
    Como você Rubens, eu também cresci ouvindo a Rádio Bandeirantes com os meus pais, ouvíamos o José Paulo de Andrade, Vicente Leporace e Salomão Esper e só mudei a radio da Bandeirantes para a Band News quando descobri o “nosso” careca todas as manhãs, que passou a me acompanhar no meu carro, em casa inclusive uma temporada que morei em uma fazenda no interior de São Paulo ficava louca tentando conseguir sinal de Internet para não perder o careca, e hoje depois de um mês ainda não consegui assimilar a sua partida, amo de paixão o Barão (tenho até um gato chamado Barão em homenagem a ele), mas o vazio ainda é muito grande. Careca espero que você esteja alegrando todos aonde você está e com certeza tocando o barco! Fica na paz e na luz do Senhor eterno Ricardo Boechat, você será para sempre o “nosso”careca!!!

  6. Umas das últimas vezes que o escutei , você estava indignado com as coisas em Brumadinho e dizendo que infelizmente daqui a pouco tudo estaria esquecido, mal sabia você que logo logo você mesmo se tornaria inesquecível… obrigada por tudo

  7. Saudades imensa, esse careca fez parte da minha vida de forma que envolveu até meus filhos.

    Obrigado Careca , estamos tocando o barco aqui.

    Wagner

  8. Tenho depressão desde criança, pois fui abusada dos 2 aos 14 anos, com 26, sofri uma tentativa de estupro por parte de um medico que me acompanhava, no tratamento de alergia, com 27 fui estuprada pelo meu namorado. Não consegui me casar, ter filhos, ter amigos, não consigo mais sorrir, carrego uma tristeza imensa dentro de mim. A unica pessoa que me fazia sorrir e me confortava era o Boechat. Sofro muito com sua ausência… Que Deus ilumine seus caminhos, por onde quer que ele esteja e conforte o coração da doce Verusca e das pequenas Valentina e Catarina.

  9. Dizem que algumas almas são perfumadas, os sentimentos também tem cheiro e tocam todas as coisas com seus dedos de energia. O Boechat era assim. Ele perfumou muitas vidas com sua luz e suas cores. A de nós, seus ouvintes, foi algumas delas. E o perfume era tão gostoso, tão branco, tão delicado, só que infelizmente mudou de frasco, mas continua vivo no coração de tudo e de todos que ele alcançou.

  10. Que falta você faz Boechat! Descobri a radio Band News por acaso , com fone de ouvido no ônibus indo trabalhar. Gostei demais! Não perdia um só dia o momento do José Simão com o Boechat. Ele me fez enriquecer o meu vocabulário! Fico imaginando as coisas engraçadas que você diria sobre os políticos, coisas que você perdeu, principalmente agora no período do carnaval.

  11. Cris- SP-
    A saudade será para todo o sempre, um vácuo existe. Ainda vai nascer um jornalista com o nível dele. Temos que lutar e seguir avante, que essa ótima rádio continue com o legado do grande Boechat. Volta e meia vou até o link dos seus comentários matar um pouco a saudade. Fazia parte do meu dia a dia.. Toca o barco!

  12. É incrível como uma pessoa que nunca vi, marcar tanto milhares de vidas, inclusive a minha.
    Obrigada Carequinha, por ter sido tão intenso, forte e doce.
    Obrigada tbm por me fazer amar muito mais o jornalismo e a comunicação, e me confirmar que esta profissão tem o Dom de transformar vidas. <3
    Tocaremos o barco cheios de saudades e lembrando de vc todos os dias!!

  13. Tocar o barco não é tão simples assim carequinha.
    Sacanagem deixar esse barco pesado pra tocar.
    Saudades,Boechar,saudades…

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome