Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O físico brasileiro Marcelo Gleiser comemora a vitória no Prêmio Templeton 2019

Eli Burakian/Dartmouth College/

O físico brasileiro Marcelo Gleiser comemora a vitória no Prêmio Templeton 2019, que homenageia pessoas que incentivam o diálogo entre a ciência e a espiritualidade. O autor de livros como “A Dança do Universo” e “O Fim da Terra e do Céu” é o primeiro latino-americano a ganhar a honraria, que já foi concedida a personalidades como Dalai Lama e Madre Teresa de Calcutá.

Em entrevista à Rádio BandNews FM, Marcelo Gleiser destaca que ciência e religião não são inimigas e podem andar lado a lado. O físico também ressaltou que o ensino científico nas escolas brasileiras não pode ser monótono e nem baseado na “decoreba”.

Para o pesquisador e professor do Dartmouth College, uma das universidades mais prestigiadas dos EUA, a ciência faz parte da vontade de entender o mundo. A cerimônia de entrega do Prêmio Templeton será realizada em Nova York, no dia 29 de maio.

Ouça o boletim completo: