Michel Temer foi preso por ser chefe de organização criminosa há 40 anos, segundo Lava Jato no RJ. Foto: Marcelo Chello/EFE

O ex-presidente Michel Temer chegou no início desta noite à Superintendência da Polícia Federal, no Rio de Janeiro, onde vai ficar preso no âmbito da Operação Lava Jato.

Temer deve ficar acomodado em uma sala do prédio. A expectativa inicial era de que ele fosse levado à Unidade Prisional da Polícia Militar, em Niterói, mesmo local em que está encarcerado o ex-governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão.

O juiz Marcelo Bretas acabou revendo a decisão, atendendo à justificativa de que o político deve ter tratamento isonômico ao do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome