Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

‘Fim de parte da memória da humanidade’ diz historiador sobre fogo que consome Notre-Dame

A destruição da Catedral de Notre-Dame, em Paris, representa o fim de uma parte da memória da humanidade. Essa é a avaliação do professor-adjunto de história medieval da Universidade Federal de São Paulo, Fabiano Fernandes.

Em entrevista à BandNews FM, ele falou sobre a importância da catedral e classificou o incêndio como uma perda irreparável, citando, por exemplo, os vitrais construídos no século 12.

Segundo ele, as ilustrações de reis e outras figuras nas janelas e painéis de Notre-Dame foram feitas com técnicas já esquecidas, tornando impossível a recuperação total da estrutura.

“Quando um museu pega fogo, como infelizmente aconteceu conosco no Museu Nacional, uma parte da humanidade morre junto. A memória das pessoas estava entranhada naquelas pedras, figuras e imagens. Isso é muito triste”, finalizou o professor da Unifesp.

Confira na íntegra o que disse o Professor Fabiano Fernandes: