Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

“Censura contratual” e medo de represálias geram falta de voz ativa na luta contra o racismo no futebol

Ronaldo Fenômeno quebra o silêncio sobre o preconceito: “Quem nega o racismo é racista” – Crédito: Fifa/Divulg

Defensor dos direitos dos afro-americanos e um dos maiores nomes da luta contra o racismo, Malcom X deixou gravado na história que “nunca lutou por integração ou por separação, mas sim por um reconhecimento como ser humano, independentemente da cor da pele ou do local de nascimento”.

Série especial traz casos de racismo no futebol e o que está sendo feito para combatê-los

No futebol, a luta contra a discriminação encontra barreiras, inclusive comerciais. Jogadores preferem não emitir opinião por medo de retaliação.

Omissão e falta de ações efetivas são expostas no 2º capítulo da série sobre racismo

O receio de perder patrocínio ou sofrer represálias é frequente entre jogadores pretos e pardos, como você ouve agora no terceiro capítulo da série especial de reportagens da BandNews FM sobre a discriminação no futebol.

Ouça no player abaixo o terceiro capítulo: