(Foto: Reprodução)

Após a Companhia Estadual de Águas e Esgotos interromper o abastecimento de água para a capital e Baixada Fluminense por conta do aparecimento de detergente na bacia do Rio Guandu, a Polícia Civil realiza uma operação no local.

O Instituto Estadual do Ambiente e o Ministério Público farão uma vistoria, ainda nesta terça-feira (4).

Segundo a Cedae, o material teria sido arrastado pelas fortes chuvas registradas na Região Metropolitana do Rio desde de domingo (2).

A companhia fechou as comportas e orientou moradores a economizar água já que não há previsão de que o abastecimento seja retomado. Já são diversos relatos de falta d’água.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome