Sergio Cabral recebeu 282 anos de condenação por diversos crimes. (Foto: Rodrigo Félix/Estadão Conteúdo)

O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, homologa o acordo de delação premiada do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral.

Ele está preso desde outubro de 2016 e já foi condenado pelo menos dez vezes, com penas que somam 282 anos de prisão. Procurada, a defesa de Cabral afirmou que não vai comentar o acordo.

Do Rio de Janeiro, informações com o repórter Yan Miranda:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome