(Foto: Reprodução)

Ainda não há prazo para que os tripulantes do navio Costa Fascinosa desembarquem em Santos, no litoral paulista, para que possam voltar para seus países.

Na embarcação há, pelo menos, 7 passageiros com casos suspeitos de Covid-19. Em entrevista à BandNews FM, o presidente da autoridade portuária de Santos, Casemiro Tércio Carvalho, afirmou que o trabalho de desembarque depende de autorização da Anvisa.

Mas ele garantiu que os protocolos de segurança estão sendo seguidos e que as empresas responsáveis pelas embarcações estão fretando voos para repatriar os passageiros, que sairão do navio direto para o aeroporto.

Nesse momento, são 4 navios em quarentena ancorados no terminal.

Pelo Porto de Santos passa cerca de 30% da balança comercial brasileira e, por ser uma atividade essencial, o terminal segue funcionando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome