Foto ilustrativa: Media/Getty Images

O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, disse que o “efeito da pandemia no interior do país ainda está por vir”.

Com isso, o governo alerta que o Brasil precisa preparar estrutura para receber pacientes de fora dos grandes centros.

Na última quarta-feira, dia 20, o Ministério da Saúde divulgou protocolo para aplicação da cloroquina e hidroxicloroquina em pacientes em todos os casos, inclusive os com sintomas leves, para tratar do novo coronavírus.

O protocolo, que sugere a combinação dos dois medicamentos com azitromicina, é uma orientação para a rede pública de saúde.

Poucos dias depois, a Organização Mundial de Saúde suspendeu o uso da hidroxicloroquina em pesquisas que ela coordenava com cientistas de 100 países.

A suspensão temporária foi tomada até que a segurança da droga seja reavaliada, já que estudos recentes mostraram que ela não é eficaz contra a Covid-19 e pode aumentar a taxa de mortalidade.

Sobre esses assuntos, Narley Resende conversa com a médica infectologista Rosana Richtmann:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome