O primeiro-ministro de Israel oferece ajuda ao governo brasileiro para impedir o avanço do coronavírus.

Em contato com o presidente Jair Bolsonaro, Benjamin Netanyahu se solidarizou com as mortes e afirmou que autoridades médicas do País estão à disposição para um plano de colaboração.

Até o momento, Israel tem 16 mil casos e mais de 280 mortes pela Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome