(Foto: Reprodução)

O morador de um bairro nobre de São Paulo será processado por danos morais após humilhar um Policial Militar no último fim de semana.

O homem, que xingou policias militares, é o joalheiro Ivan Storel, de 49 anos. Quem acionou o 190 foi a mulher dele, que foi ameaçada pelo marido – ela estava acuada com a filha no colo no vídeo divulgado. O empresário foi contido e levado para a delegacia, onde prestou depoimento.

Como a mulher do empresário diz que não foi agredida fisicamente, ela precisaria fazer uma representação para que o marido respondesse por violência doméstica. Porém, ela não quis dar continuidade ao processo.

Um segundo registro foi feito também na Delegacia de Defesa da Mulher, por desacato e resistência. Esses crimes considerados de menor potencial ofensivo não permitem a prisão em flagrante.

Por meio de advogados, a mulher afirmou que o marido é alcoólatra e misturou bebida com remédios.

O cabo da PM, José Edson Ferreira, que aparece no vídeo, disse que vai processar o empresário por danos morais:

 

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, José Edson Ferreira admitiu que foi muito difícil contar a situação para os familiares:

 

Após ir à delegacia, Ivan gravou um vídeo pedindo desculpa para os PM’s.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome