(Foto: Reprodução)

A Anvisa abre a possibilidade de venda de máscaras de tecido em drogarias com o objetivo de ampliar o acesso da população ao item de segurança contra a Covid-19.

O especialista em regulação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária Benefran Bezerra dá mais detalhes sobre a medida:

 

No dia 26 de fevereiro, o Brasil registrou o primeiro caso de coronavírus no País.

A pergunta que muitos se fazem é: por que o comércio das máscaras de tecido foi liberado, nas farmácias e drogarias, três meses depois do início da pandemia? O especialista em regulação da ANVISA, responde:

 

A ideia de que as máscaras de tecido fossem comercializadas partiu da Anfarma, Associação Nacional de Farmacêuticos de Manipulação.

O diretor executivo do grupo, Marco Fiaschetti, destaca que a medida pode trazer algumas facilidades para o consumidor:

O infectologista do Hospital Albert Einstein Jean Carlo Gorinchteyn faz um alerta sobre a durabilidade da máscara de tecido e os cuidados que você precisa ter para que a higienização seja bem feita.

 

A venda de máscaras de tecido nas drogarias já foi iniciada e o preço deve estar entre dois e três reais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome