A Defensoria Pública da União pede à Justiça Federal de São Paulo para que o Ministério da Saúde volte a divulgar integralmente os dados sobre coronavírus.

A ação diz que o governo federal passou a manipular as informações sobre a pandemia depois de o painel da Covid-19 deixar de exibir os números consolidados de casos e mortes pela doença.

A DPU afirma que é um dever do poder público “informar correta e adequadamente à população todos os atos adotados no combate à disseminação da doença” no Brasil.

A liminar solicita ainda que as informações voltem a ser feitas diariamente pelo Ministério da Saúde até as 19h, e não mais às 22h.

Já o Conselho Nacional de Secretários de Saúde divulgou uma nota repudiando as declarações do Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Carlos Wizard.

Ele afirmou neste sábado que Secretários de Saúde falseiam dados sobre óbitos decorrentes da Covid-19 em busca de dinheiro público.

A entidade afirmou que “a tentativa autoritária, insensível, desumana e antiética de dar invisibilidade aos mortos pela Covid-19, não prosperará”.

O CONASS coloca ainda que a afirmação do futuro secretário “insulta a memória de todas aquelas vítimas indefesas desta terrível pandemia e suas famílias”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome