Foto: Rodrigo Félix Leal/Divulgação

O atual secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, recusa o convite para assumir o Ministério da Educação.

Em uma publicação, Feder afirmou ter recebido, na quinta-feira, uma ligação do presidente Jair Bolsonaro.

Ele disse ter ficado honrado com o convite, mas que vai ficar com o projeto na Secretaria de Educação no Paraná.

Feder ainda desejou sorte ao presidente e uma boa gestão no Ministério da Educação.

A pasta está sem ministro desde a saída de Carlos Decotelli, que pediu demissão antes de tomar posse após polêmicas envolvendo inconsistências no currículo. O antecessor, Abraham Weintraub, deixou o cargo em junho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome