Mais da metade da população adulta no estado de São Paulo diz que passou a sentir com frequência ansiedade ou nervosismo com a pandemia de coronavírus.

A pesquisa foi feita pela Unicamp, pela Universidade Federal de Minas Gerais e pela Fundação Oswaldo Cruz. Foram ouvidas quase 12 mil pessoas.

Destas, 39% dizem ainda que ficar triste ou deprimido passou a fazer parte da rotina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome