A Prefeitura de Guarulhos joga no lixo toneladas de alimentos porque ficaram acumulados nas escolas da rede municipal durante a quarentena e acabaram estragando. O movimento de descarte começou na semana passada e se estende por essa semana.
 
De acordo com a denúncia feita à BandNews FM por uma ouvinte que trabalha em uma dessas unidades, os alimentos estragados são jogados em uma caçamba e, depois, retirados por motoristas de veículos escolares.
 
Ela, que falou em condição de anonimato, relata que foi descartada mais de uma tonelada de alimentos na escola em que atua. Desse total, 600kg são só de arroz. Na lista aparecem também alimentos como carne, feijão, biscoitos e lentilha.
 
Segundo a ouvinte, no início da pandemia, todas as escolas informaram à secretaria municipal de Educação o que tinham armazenado de comida e quando os produtos iriam vencer. Porém, ela relata que nenhuma medida concreta foi tomada e que, agora, muito do que sobrou está estragado.
 
Procurada, a Secretaria Municipal de Educação de Guarulhos afirmou que não há nenhum problema com a merenda escolar e negou má administração ou descaso com os recursos públicos.
A Secretaria de Educação disse que controla o prazo de validade da comida com rigor e que não houve perda de produtos. A pasta alegou que os alimentos com prazo de validade próximo do vencimento foram recolhidos e encaminhados ao Fundo Social para que sejam distribuídos conforme determinação legal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome