(Foto: José Cruz / Agência Brasil)

O Ministério Público do Paraná cumpre mandado de busca e apreensão no escritório do deputado federal Ricardo Barros (PP), em Maringá, na região norte.

A ação é realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP e conta com apoio da Polícia Civil.

Além do escritório de Barros há um mandado de busca em São Paulo. Ainda não há informações sobre o motivo da operação.

Ricardo Barros é líder do governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados desde agosto, e foi ministro da Saúde de 2016 a 2018, durante o governo Temer.

O líder do governo Bolsonaro na Câmara, Ricardo Barros, apresenta nota para se defender da operação que faz buscas e apreensão no escritório do político em Maringá.

NOTA À IMPRENSA

O deputado Ricardo Barros está tranquilo e em total colaboração com as investigações. O parlamentar reafirma a sua conduta ilibada e informa que solicitou acesso aos autos do processo para poder prestar mais esclarecimentos à sociedade e iniciar sua defesa.  Ricardo Barros, relator da Lei de Abuso de Autoridade, repudia o ativismo político do judiciário.

1 COMENTÁRIO

  1. Engraçado que, quando era contra o Lula eles aplaudiram o MP, agora que é contra eles, é ativismo político.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome