(Foto: Agência Brasil)

A Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro negou o pedido de abertura de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos).

Ao todo, 24 votaram contra o pedido e 20 foram a favor.

Esta é a 5ª denúncia contra Marcelo Crivella.

Desta vez, o pedido foi feito pela bancada do PSOL na Casa após o político ter sido alvo de busca e apreensão em uma ação que apura um suposto esquema de corrupção investigado pela operação QG da Propina.

De acordo com o Ministério Público e a Polícia Civil, pessoas ligadas à Prefeitura, com o aval de Crivella, cobravam pagamentos indevidos em troca de facilidades em diversos órgãos do município.

No início do mês, um outro pedido de impedimento contra o prefeito também foi rejeitado.

Na ocasião, a denúncia apresentada pela deputada estadual Renata Souza aconteceu após a revelação do grupo Guardiões do Crivella, organização formada para atrapalhar o trabalho da imprensa em reportagens nas portas de hospitais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome