Entre janeiro e agosto deste ano, a capital paulista registrou 2.800 ocorrências de furtos ou vandalismos em semáforos, contra 1.958 casos no mesmo período de 2019. Isso representa um aumento de 106% no ano de 2020.

Nos oito primeiros meses do ano, 258 km de cabos elétricos foram reinstalados em equipamentos roubados ou vandalizados. A distância é a mesma de São Paulo até Cananéia, no litoral Sul paulista.

Os transtornos são grandes, já que um semáforo vandalizado pode afetar o funcionamento de até cinco cruzamentos em uma mesma região. A cidade de São Paulo tem o maior número de sinais do país, com 6.570 cruzamentos e travessias.

Para minimizar o volume das ocorrências, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) tem feito o alteamento dos controladores semafóricos, a concretagem e soldagem das tampas das caixas de passagem da fiação, bem como das janelas de inspeção das colunas semafóricas.

Ao flagrar um ato criminoso, a população pode denunciar pelos telefones 190 ou 156.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome