Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Cerca de 50 mil bares e restaurantes fecham portas no estado de SP

Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress

Cerca de 50 mil estabelecimentos fecharam as portas no estado de São Paulo por causa da pandemia de coronavírus.

O levantamento é da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de São Paulo. Os estabelecimentos pequenos foram os mais atingidos pela crise.

Segundo o presidente do Conselho Estadual da ABRASEL em São Paulo, Percival Maricato, isso se deve pelo baixo faturamento dessas micro empresas:

 

Além da diminuição do poder de consumo, as pessoas ainda têm medo de ir às ruas por causa da Covid-19.

Tanto o estado quanto a prefeitura de São Paulo têm adotado medidas de flexibilização da quarentena, que está em vigor desde março deste ano.

Os shoppings podem reabrir entre cinco da manhã e uma da tarde ou entre meio dia e oito horas da noite.

Os bares e restaurantes podem abrir por oito horas diárias em horário livre, mas precisam encerrar as atividades até as dez horas da noite. Nenhum estabelecimento pode ter mais do que 40% da capacidade ocupada.

Tudo isso faz com que o setor tenha dificuldades para retomar ao crescimento, como explica o presidente do Conselho Estadual da ABRASEL em São Paulo, Percival Maricato:

 

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de São Paulo acredita ainda que muitos outros estabelecimentos vão fechar no início do ano que vem.

Isso por causa dos impostos e do pagamento dos empréstimos solicitados ao longo da pandemia de coronavírus.