A mulher que foi agredida por um homem na cidade de Ilhéus, no interior da Bahia, afirma que mantinha um relacionamento com o companheiro porque ele sempre pedia desculpas. Ela falou pela primeira vez desde que o representante comercial Carlos Samuel Freitas Costa Filho, de 33 anos, foi flagrado por câmeras.

Pelas redes sociais, Francyelle Azevedo revelou que ainda sente dores por causa das agressões. A vítima namorava com Carlos desde março deste ano. Desde a última quinta-feira, a Polícia Civil da Bahia busca o agressor, que teve a prisão preventiva decretada.

13 COMENTÁRIOS

  1. Ah …se ele pedia desculpas tava bom então. Pelo menos para ela. E eu aqui achando que ele não pedia desculpa.

  2. e incrível como ainda tem gente que faz piada com isso, a pessoa sofria psicologicamente, fisicamente, e julgada por acreditar que a pessoa que esta namorando pode mudar, e agredida ameaçada de novo, e povo fazendo piada.
    solidariedade total.

    • Há um grande déficit na infância desta moça, que a leva a achar que o abuso moral, físico são comuns. São traumas que não são curados ,por muito não serem identificados, são traumas até, por vezes, intrauterinos. Um doente neste estágio, se contenta com desculpas, inconscientemente ,isto lhes faz bem. Nós, que não estamos com estes distúrbios, precisamos ajudar .Se se somente julgarmos ,não estaremos em situação diferente dela!

  3. Elw não gostava . Ninguém gosta. O fato de sofrer as agressões físicas ainda vem acompanhadas das agressões emocionais , ameaçadoras … Ele já tem outras fez queixas contra ele e nunca foi preso oi repôndeu por nenhuma das queixas. Ele pedia desculpas , assim como vários canalhas tbm pede , da flores entre outros. Muito fácil julgar a moça … Qdo se achm dono da razão .

  4. Só que você esqueceu que ele também é forte i nem todos agressor tem medo de covarde de internet e quem fica fingindo que defende mulher é tão covarde quanto o agressor porque se o covarde é homem o agressor também é e você esqueceu também que o covarde sempre escolhe o agressor para fazer as bravatas e as fanfarrise deles ainda mais agora com a internet se na internet eles são tão covarde tão quanto o agressor imagine na rua

  5. Se esse ato continuou culpa dela q além de não ter se valorizado, não teve coragem tbem de denunciar. Aceitava os pedidos de desculpas e tudo terminava em pizza. Então, a violência contra a mulher nunca teve e nunca terá fim. Porque as mulheres já estão acostumadas e convictas de que apenas um pedido de desculpas pode mudar. Sim mudar para pior, ela foi agredida com socos, mas poderá desculpa lo mais a vez e tornará a apanhar novamente… Até um dia que ele for as vias de fato….Pq as autoridades formulam as Leis, mas as mulheres n se valorizam e n entendem que apenas uma palavra de baixo calão pode se caracterizar com uma violência.. Então, continua a desculpar e vida que segue, não para elas mas para eles. Fica a Reflexao
    ..

    • Nada do anonimato é bom! Há diferença ente uma mulher, umas mulheres, a mulher, as mulheres, em português dizemos artigos definidos e indefinidos. Cuidado ao escrever, a generalizar. A atitude desta mulher não corresponde às demais, entretanto, mesmo assim, temos que unir forças para erradicar esta violência.Não generalize a sua fala!

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome