O Sindicato dos Professores e Funcionários Municipais de São Paulo vê com preocupação a retomada das aulas presenciais na capital paulista.

Ontem, a Prefeitura de São Paulo anunciou que, a partir do dia 3 de novembro, os alunos do Ensino Médio poderão retornar à sala de aula.

Já no Ensino Infantil e Fundamental, somente atividades extracurriculares continuam permitidas.

Segundo a vice-presidente da entidade, Margarida Prado Genofre, muitos docentes ainda estão receosos com a decisão.

De acordo com o Sindicato, muitos protocolos de saúde são bons, mas as medidas são difíceis de serem implementadas.

O sindicato que representa as escolas particulares também questiona a decisão da Prefeitura de São Paulo.

Segundo o presidente da entidade, Benjamim Ribeiro da Silva, as aulas deveriam ser retomadas primeiramente com estudantes da Educação Infantil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome