Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Trump e Biden fazem disputa acirrada, e Michigan e Pensilvânia podem definir próximo presidente dos EUA

A corrida eleitoral americana está sendo marcada pela disputa acirrada, voto a voto, com os candidatos Donald Trump e Joe Biden chegando a quase empatar no número de eleitores em regiões-chave, como o Texas.

O republicano acabou levando a melhor nesse estado e também na Flórida, outra das regiões onde o cenário estava indefinido.

Em discurso, o atual presidente afirmou que o resultado das urnas foi ainda melhor do que ele esperava.

Trump ainda ressaltou que sabe que, mesmo que vença nas urnas, a eleição será levada para a Justiça.

 

Já Joe Biden apostou a vitória nos estados que tiveram a contagem paralisada durante a madrugada, caso da Pensilvânia, e lembrou que os votos dos correios ainda precisam ser contabilizados.

 

Para o coordenador do curso Relações Internacionais das Faculdades Integradas Rio Branco, Sidney Ferreira Leite, os estados de Michigan e Pensilvânia irão definir quem será o novo presidente dos Estados Unidos.

 

A disputa acirrada ficou ainda mais evidente na corrida pelas 35 cadeiras abertas no Senado e nas 435 da Câmara dos Representantes.

O cientista político Pedro Costa Junior ressaltou que a conquista de maioria nas Casas Legislativas é fundamental para que o vencedor possa governar.