Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Trump promete ir à Suprema Corte e eleição nos EUA deve se arrastar mesmo após fim da apuração

A contagem de votos das eleições dos Estados Unidos ainda não acabou, mas é muito provável que o processo não seja encerrado após o final da apuração.

Isso porque o republicano Donald Trump já garantiu que irá acionar a Suprema Corte por conta de supostas fraudes promovidas pelos democratas.

O professor Wagner Menezes, presidente da Academia Brasileira de Direito Internacional, acredita que os questionamentos de Trump contra o sistema de contagem de votos serão esclarecidos na Justiça, conforme a legislação.

Ele destaca que a postura jurídica conservadora ou progressista de cada integrante da Casa não deve influenciar nas decisões da Suprema Corte americana.

Ele esclarece que o principal questionamento possível é relacionado ao recebimento de votos pelos correios após o encerramento da votação.

Em sua visão, essa seria a única ação que poderia prosperar em um processo de recontagem de votos.

Mesmo assim, para o especialista, é evidente que os questionamentos de Donald Trump são uma estratégia de campanha e tem pouca relação com a legitimidade do processo eleitoral.

A professora de Relações Internacionais da ESPM, Denilde Holzhacker, lembra que a postura do republicano não é incomum nos Estados Unidos.

Mas destaca que, desta vez, Donald Trump decidiu questionar a contagem de votos já antes da eleição.

O candidato democrata Joe Biden, que aparece à frente na apuração dos votos, negou qualquer tipo de fraude e disse que não irá deixar que os republicanos “roubem” as eleições.