Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

1º turno da eleição termina com derrota dos padrinhos políticos, afirmam colunistas da BandNews FM

Os apadrinhamentos políticos não foram bem-sucedidos nas eleições municipais.

O presidente Jair Bolsonaro é o maior exemplo disso.

Na véspera da votação, ele publicou uma lista com sete indicações de candidatos.

Só dois deles conseguiram chegar ao segundo turno: o atual prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, do Republicanos, e, em Fortaleza, Capitão Wagner, do Patriota.

Os cinco restantes saíram derrotados: Celso Russomanno, também do Republicanos, em São Paulo; Bruno Engler, do PRTB, em Belo Horizonte; Coronel Menezes, do Patriota, em Manaus; Delegada Patrícia, do Podemos, no Recife, e Ivan Sartori, do PSD, em Santos, no litoral paulista.

A colunista de política da BandNews FM Dora Kramer avalia que o eleitor buscou uma solução pragmática, e não ideológica:

 

A análise é reforçada pela colunista Mônica Bergamo, que ressaltou que os apoios do presidente Jair Bolsonaro não fizeram efeito:

 

Para o colunista de política da BandNews FM Carlos Andreazza, pode ter havido uma influência de Jair Bolsonaro na votação de Marcelo Crivella para a prefeitura do Rio de Janeiro. No entanto, ele pondera que, se for esse o caso, terá sido uma exceção:

 

A influência do ex-presidente Lula também não deu resultados. O PT só está na disputa em duas capitais, e não venceu nenhuma no primeiro turno.

Na avaliação da colunista Dora Kramer, existe um eleitorado órfão de um representante de esquerda com o desgaste do Partido dos Trabalhadores, o que fica evidente com a votação expressiva de Guilherme Boulos, do PSOL, em São Paulo:

 

Para o âncora da rádio BandNews FM Reinaldo Azevedo, o Partido dos Trabalhadores não conseguiu escolher bem o candidato para a prefeitura de São Paulo. Ele diz que o partido não abre mão das candidaturas hegemônicas:

 

O DEM foi o partido que mais garantiu capitais no primeiro turno: foram três, com Salvador, Curitiba e Florianópolis.

O PSD já assegurou duas: em Belo Horizonte e em Campo Grande.

Quem também conseguiu duas foi o PSDB: em Natal e em Palmas.

Nas cidades onde há segundo turno, a Band realiza o primeiro debate em TV aberta.

Será na próxima quinta-feira, dia 19, com transmissão simultânea na BandNews FM.