A polícia não descarta responsabilizar mais pessoas na investigação da morte de João Alberto. Imagens de câmeras de segurança mostram a movimentação dentro e fora do supermercado momentos antes do assassinato, mas não possuem áudio, o que impossibilita ouvir o que foi dito durante a noite de quinta-feira. 

Novos depoimentos serão colhidos durante a semana. Os dois seguranças envolvidos no crime foram ouvidos novamente e preferiram ficar em silêncio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome