Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

HC de SP não vacina funcionários terceirizados e MP cobra esclarecimentos sobre campanha

 

Foto: Rivaldo Gomes

O Ministério Público de São Paulo pede esclarecimentos à Secretaria Estadual da Saúde sobre a vacinação contra o Coronavírus no Hospital das Clínicas.

O ofício foi assinado pela promotora Dora Martin Strilicherk, da Promotoria de Justiça de Direitos Humanos e Saúde Pública.

A imunização terminou nesta quinta-feira (21) no HC sem vacinar os funcionários terceirizados, mesmo aqueles que têm contato com pacientes da Covid-19.

As reclamações apontam que servidores de setores administrativos e estudantes, sem ligação com a linha de frente de combate à pandemia, foram imunizados, assim como médicos que estão em home office.

No total, cerca de 24 mil pessoas receberam a 1ª dose da CoronaVac nesta semana.

Segundo a assessoria do HC, 4,6 mil doses sobraram e serão colocadas à disposição da Secretaria Estadual da Saúde.