Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Caso irmãs Lins: Médicas de Manaus vacinadas contra Covid-19 prestam depoimento ao MPF

As médicas Isabelle e Gabrielle Lins, filhas do empresário de Manaus Nilton Lins, prestam depoimento ao Ministério Publico Federal e Ministério Publico do Estado do Amazonas.

O impasse envolvendo a imunização das irmãs começou depois que a rádio BandNews FM denunciou que as jovens eram recém-nomeadas pela prefeitura da cidade.

Em vídeo conferência, elas precisaram explicar porque receberam a vacina contra o coronavírus na última terça-feira (19).

De acordo com a Prefeitura de Manaus, Gabrielle Lins foi nomeada em 18 de janeiro e Isabelle, no dia 19, portanto, na véspera e algumas horas antes do início da imunização, não havendo tempo hábil para elas trabalharem durante a pandemia.

Elas se formaram em maio e dezembro do ano passado.

A Procuradoria-Geral da República baixou uma ofensiva no país contra o desvio de vacinas por “qualquer agente público” que não esteja na linha de frente do combate a Covid-19.