Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Anvisa aprova o registro definitivo da vacina produzida pela Pfizer

A Anvisa anuncia a aprovação do registro da vacina da Pfizer/BioNTech contra o coronavírus para uso no Brasil.

Esta é a primeira vacina aprovada pela agência para uso regular, já que as autorizações da Coronavac e da vacina da Fiocruz são para uso emergencial.

Conforme comunicado divulgado há pouco, foi “comprovada a segurança, qualidade e eficácia, aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores”. O registro foi concedido após 17 dias de análise.

As clínicas privadas associadas à Associação Brasileira de Clínicas de Vacinas aguardam a disponibilidade de doses para poderem atuar de forma complementar ao Programa Nacional de Imunização.

Segundo a ABCVAC todo imunizante registrado no Brasil é prioridade do governo federal para a utilização do acordo com o plano nacional.

A aprovação para uso definitivo da vacina da Pfizer permite a compra do medicamento na rede particular, mas essa possibilidade depende de uma negociação das clínicas particulares com o Ministério da Saúde.

Como o Plano Nacional de Imunização está vigente, as unidades da rede privada precisariam ser incluídas no planejamento.

A expectativa é de que, a partir da aprovação da Anvisa, esse debate seja iniciado entre as clínicas e o governo federal.

NOTA DA ANVISA:

“Como Diretor-Presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, informo com grande satisfação que, após um período de análise de dezessete dias, a Gerência Geral de Medicamentos, da Segunda Diretoria, concedeu o primeiro registro de vacina contra a Covid 19, para uso amplo, nas Américas.

O imunizante do Laboratório Pfizer/Biontech teve sua segurança, qualidade e eficácia, aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa que prossegue no seu trabalho de proteger a saúde do cidadão brasileiro.

Esperamos que outras vacinas estejam em breve, sendo avaliadas e aprovadas.

Esse é o nosso compromisso.”