Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RJ flexibiliza restrições da fase emergencial a partir de 9 de abril

A Prefeitura do Rio publicou um decreto, no Diário Oficial, flexibilizando algumas medidas restritivas na cidade.

As novas regras, no entanto, começam a valer a partir da sexta-feira (9) da semana que vem.

Com isso, as restrições aplicadas até o dia 4 de abril, continuam vigorando até a próxima quinta-feira (8).

A exceção é para as aulas presenciais nas escolas municipais que podem retornar já a partir de segunda-feira (5).

Com o novo decreto, a partir do dia 9 de abril, bares, lanchonetes, restaurantes, e quiosques da orla vão poder funcionar para o consumo apenas para clientes sentados às mesas, até às 21h.

Depois desse horário, só fica perdido os serviços de entrega, retirada no local ou drive thru.

Clubes sociais e esportivos poderão abrir até às 21h, mas o acesso às áreas de lazer só ficará permitido a partir das 11h.

Museus, galerias, bibliotecas, cinemas, teatros, parques de diversões, aquários e jardim zoológico, poderão funcionar no horário das 12h até as 21h.

Para o setor de serviços, o horário permitido é o mesmo.

Já outros comércios devem funcionar das 10h às 18h.

As mudanças estabelecem que está proibido o funcionamento de boates, atividades econômicas nas areias das praias, assim com feiras de ambulante e antiquários.

O toque de recolher de 23h às 5h fica mantido.

A permanência nas areias das praias, em parques e cachoeiras, em qualquer horário, e a prática de esportes coletivos também não está autorizada.

Eventos de qualquer natureza, as festas e as rodas de samba, em áreas públicas e particulares, estão proibidos.

As áreas de lazer da Zona Sul também estão suspensas, segundo o decreto.

A entrada de ônibus municipais fretados também não está permitida.