Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Eduardo Oinegue: O jornalista registra acertos do governo federal, mas denuncia as fake news de Bolsonaro

O âncora do BandNews FM No Meio do Dia, Eduardo Oinegue, afirma que com os jornalistas, o Brasil consegue ver a verdade sobre todos os fatos que acontecem, e sem os profissionais, as informações são distorcidas e não mostram a realidade dos fatos.

Na noite de ontem (06), o presidente Jair Bolsonaro criticou a imprensa em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília, e afirmou que resolve “o problema do vírus em poucos minutos”, insinuando que basta dar dinheiro para a imprensa para que a mídia se cale.

O chefe do Executivo também falou de uma suposta pesquisa e afirmou que “quem tem a vida saudável é oito vezes menos propenso a ter problemas com a covid”. Os jornalistas mostraram que não há fontes que comprovam o que foi dito por Bolsonaro.

Foto: Agência Brasil

Oinegue relembrou sobre o caso de Chapecó, em Santa Catarina, em que o prefeito do município, João Rodrigues (PSD), utilizou informações distorcidas ao afirmar que a cidade estava com os números da pandemia em queda e volume de internações por Covid-19 estava “próximo de zero”, e atribuiu a redução dos óbitos à implantação de medidas como a indicação de “tratamento precoce” contra a doença – que não tem a eficácia comprovada. A imprensa divulgou que os índices caíram após a adoção do lockdown no município.

O âncora do BandNews FM No Meio do Dia concluiu questionando que, na verdade, não é a imprensa que não respeita o presidente – como já foi dito em pronunciamentos – e sim Bolsonaro, que recebeu 57 milhões de votos, que não respeita a população, desafiando medidas restritivas, atrasando a compra de vacinas e prejudicando a saúde da população.

Acompanhe o comentário completo: