Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

STF retoma julgamento sobre missas e cultos presenciais na pandemia

O Supremo Tribunal Federal retoma nesta quinta-feira (8), o julgamento que vai decidir se governadores e prefeitos podem proibir missas e cultos presenciais na pandemia. O plenário do STF iniciou o julgamento na quarta-feira (7).

O Advogado-Geral da União, André Mendonça, afirmou que cristãos estão dispostos a morrer para garantir a liberdade de religião e culto.

O relator, Gilmar Mendes, disse que Mendonça pareceu ter caído de Marte no julgamento e destacou que a situação da pandemia poderia estar pior se, no ano passado, o STF não tivesse dado autonomia a governadores e prefeitos para impor restrições locais.

No último sábado(3), Nunes Marques declarou em caráter liminar que estados, municípios e Distrito Federal não poderiam proibir celebrações religiosas por conta da pandemia da Covid-19.

A discussão sobre o tema ocorre no momento mais delicado da pandemia no Brasil. O País já registrou mais de 340 mil mortes pela doença.

Foto: EBC