Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Flordelis está proibida de fazer manifestações sobre a morte de Anderson do Carmo

Foto: Fernando Frazão

A Justiça do Rio determina que a Deputada Federal Flordelis (PSD) está proibida de fazer manifestações públicas sobre testemunhas da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo.

Este é o segundo processo movido sobre o mesmo assunto. No primeiro, Flordelis não podia mais citar testemunhas em mídias sociais, após a parlamentar dizer em uma entrevista que pretende processar Regiane Rabelo.

Regiane é uma das testemunhas do processo e afirma que uma bomba caseira foi jogada na casa dela por intimidação.

Na decisão desta terça-feira (20), Flordelis não pode fazer qualquer tipo menção em mídias impressas, radiofônicas, televisivas ou qualquer outra forma de comunicação pública.

No pedido, o promotor alega que “a conduta da acusada traz manifesto prejuízo à instrução criminal”.