Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Instituto Butantan inicia produção da vacina brasileira ButanVac

Foto: Divulgação/Governo do Estado de SP

BUTANVAC

O Instituto Butantan anunciou nesta quarta-feira (28) o início da produção da vacina ButanVac, que será integralmente produzida com matéria-prima nacional.

O primeiro lote da ButanVac terá 1 milhão de doses e a previsão é ter 18 milhões de doses prontas para serem distribuídas até a primeira quinzena de junho, aguardando apenas a aprovação da Anvisa para ser comercializada.

Sobre o pedido de aprovação dos testes em humanos, o governador João Doria pediu senso de urgência para a Anvisa na análise da documentação e citou a demora na aprovação da Coronavac, vacina em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

A Anvisa solicitou novos documentos para aprovar os testes necessários para a liberação da ButanVac, sendo assim, o prazo previsto inicialmente para a análise do pedido do estudo, foi paralisado para aguardar o envio as novas informações solicitadas ao Butantan. A agência alega que faltam 40 documentos para avaliar os testes.

O Instituto Butantan, no entanto, destaca que até o segundo semestre tem condições de produzir 40 milhões de doses da ButanVac, podendo alcançar de 100  a 150 milhões até o final do ano, dependendo da liberação da Anvisa.

Os prazos estipulados pelo Instituto inicialmente eram os seguintes:

Primeira fase de produção do dia 28/04 a 18/05, com a pretensão de ter 6 lotes de vacinas, totalizando 6 milhões de doses.

Já a segunda fase, do dia 14/05 a 01/06, também com 6 lotes para distribuição, assim como a terceira fase, indo do 28/05 a 15/06.

Totalizando 18 milhões de doses ao final deste semestre.

VACINAÇÃO

Durante coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (28), o governo de São Paulo anunciou a antecipação da entrega de mais um lote com 600 mil doses da Coronavac para o Ministério da Saúde, que será entregue na sexta-feira (30/04).

Anteriormente, a entrega estava prevista para o dia 03/05.

A Coronavac representa cerca de 84% de todas as vacinas disponíveis no Brasil.

A próxima entrega da Coronavac, prevista para o dia 05/05, aguarda insumos da Sinovac para continuar a produção.