Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Reinaldo Azevedo: A CPI da Covid caminha. Enquanto isso, bolsonaristas seguem apelando à burrice

Foto: Ueslei Marcelino/REUTERS

Albert Einstein, na verdade, nunca disse que a definição de loucura é repetir sempre os mesmos procedimentos esperando resultados diferentes, frase muito creditada a ele. Qualquer pessoa que tenha dito não definiu a loucura, mas sim a estupidez, a burrice. Assim segue agindo o bolsonarismo.

Depois de recorrer à Justiça Federal para tentar impedir que o senador Renan Calheiros (MBD-AL) assumisse a relatoria da CPI da Pandemia, ação que já caiu por terra, senadores governistas que integram a comissão resolveram dobrar a dose e apelar ao Supremo Tribunal Federal, apresentando um mandado de segurança para tentar tirar o relator da função.

Com exatamente os mesmos argumentos, de que Calheiros seria suspeito pois seu filho é governador – sendo que em momento algum foi dito que o governador de Alagoas está sendo investigado pela comissão – e também porque o senador responde a processos na justiça – difícil saber quem não responda, a começar pelo próprio presidente da República –  aliados do governo tentam buscar um resultado diferente do já alcançado.

O relator para a questão será o ministro Ricardo Lewandowski. Independentemente de quem seja, o caso não tem a menor chance de prosperar. Enquanto apelam à estupidez, a CPI caminha. E quanto mais Bolsonaro esperneia, mais se enrola.

Acompanhe a análise completa de Reinaldo Azevedo:

O É da Coisa

Você pode acompanhar as análises dos principais assuntos do dia feitas por Reinaldo Azevedo no programa “O É da Coisa”, com Alexandre Bentivoglio e Bob Furuya, de segunda a sexta-feira, das 18h às 19h20, aqui na BandNews FM: