Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Mulher de Cunha se prepara para ser julgada em 2ª instância; MPF quer condenação

 Absolvida pelo juiz Sérgio Moro, a mulher de Eduardo Cunha, Claudia Cruz, será julgada no início do mês que vem (09/05) pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

O Ministério Público Federal quer que ela seja condenada por lavagem de dinheiro e evasão de divisas, uma vez que assinou, junto com o ex-deputado, todos os papéis para a abertura de contas na Suíça.

Claudia alega, no entanto, que não sabia de onde vinha o dinheiro do marido.

Parte dele, como aponta a Força-Tarefa, foi usada para comprar roupas de grife e jantar em restaurantes caros de Miami, Paris, Nova York, Milão e Madrid.

Em pelo menos 6 casos da Lava Jato, o TRF4 trocou a absolvição pela condenação.

[pdf-embedder url=”https://bandnewsfm.band.uol.com.br/wp-content/uploads/2018/04/1_5082517551938797606.pdf”]