Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Exército: militares se tornam réus por fraudes em MG

Nas palavras de uma juíza, uma verdadeira organização criminosa se instalou em uma das principais unidades do Exército em Minas Gerais – e não foi só uma vez.

No fim de abril, nove militares se tornaram réus por fraudes em licitações que ultrapassam R$ 300 mil no 4º Depósito de Suprimentos de Juiz de Fora, incluindo um coronel apontado como líder do grupo.

Detalhe é que o esquema, como na Lava Jato, foi descoberto com a ajuda de escutas telefônicas e de outros dois colegas, ouvidos como testemunhas.

Em 2015, outros 8 militares do 4º DSup foram condenados por desviar quase 50 toneladas de arroz, 13 de leite em pó, além de açúcar, café e carne.

Os produtos eram vendidos para mercados da cidade.

[pdf-embedder url=”https://bandnewsfm.band.uol.com.br/wp-content/uploads/2018/05/DOC-20180428-WA0013.pdf”]