Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Lava Jato: MPF volta a pedir a prisão de Paulo Preto

 

Solto por decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza corre o risco de ser preso novamente a pedido da Procuradoria da República em São Paulo.

Paulo Preto, como é conhecido, era esperado hoje na Justiça Federal, mas não compareceu porque, segundo a defesa, o habeas corpus concedido pelo STF suspendeu os atos do processo. 

Para o Ministério Público Federal, no entanto, Paulo Vieira de Souza desrespeitou a 1ª instância e as demais testemunhas ouvidas.  

[pdf-embedder url=”https://bandnewsfm.band.uol.com.br/wp-content/uploads/2018/05/peca_11_HC_156760.pdf”]

Os advogados do ex-diretor da Dersa estiveram na Justiça Federal, mas o MPF alega que a prisão é necessária para garantir a ordem pública e a instrução processual. 

ANTONIO CRUZ/ABR/JC –