Grummy, do polo aquático, aposta em classificação da seleção nos Jogos de 2021


    Gustavo Guimarães, o Grummy, do polo aquático, deseja continuar um legado esportivo da família e principalmente, do avô João Gonçalvez Filho, que foi atleta do judô, do polo e da natação, além de porta-bandeira dos Jogos de 1968, no México.

    Filho de professores de educação física, Grummy sonha em disputar a segunda Olimpíada da carreira. “O meu sonho sempre foi ser atleta olímpico inspirado pelo meu avô. Aos 14 anos já tinha começado a integrar a seleção de base e acabei realizando o sonho de criança em praticar o esporte que eu amo”, ressalta.

    O atleta está em isolamento social na casa da família, em São Paulo, e mantém os treinos adaptados apesar da ausência da piscina. “No nosso esporte, ficamos com 90% do corpo submerso, então não é a mesma coisa treinar em um apartamento, mas entendo que o adiamento dos Jogos foi uma decisão sensata. A preparação não seria boa e sabemos que a Olimpíada não terá a mesma qualidade por tudo o que estamos passando”, completa.

    Grummy foi jogar polo aquático no exterior pela primeira vez aos 15 anos, na Itália. Também jogou na Espanha e na Romênia. Na opinião do atleta, a experiência é fundamental para o desenvolvimento de um jogo mais forte, além da disputa frequente de campeonatos.

    Referência no polo aquático, Grummy foi eleito em 2019, pela terceira vez, o melhor atleta do ano da modalidade pelo Comitê Olímpico Brasileiro e também o melhor jogador da Copa Uana.

    A seleção brasileira de polo aquático vai disputar o pré-olímpico para tentar uma vaga nos Jogos de Tóquio. O torneio, que seria realizado em março na Holanda, foi cancelado pela FINA e ainda não tem uma nova data para acontecer.

    Na Rio 2016, o Brasil participou da disputa do polo aquático pela primeira vez em 32 anos, parando nas quartas de final diante da Croácia. Já no Pan de Lima, no ano passado, a seleção ficou com a medalha de bronze ao vencer a Argenina.

    Confira a entrevista na íntegra:

    Confira a reportagem para o quadro “Na Trilha do Pódio”

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Deixe seu comentário!
    Por favor, informe seu nome